Na temporada passada, em que se sagrou campeão, o Benfica parou nas duas derrotas. Apenas duas (em Braga e no Dragão, aqui a mais pesada, por 3-1). Este ano, já vai em três quando apenas estão decorridas quatro jornadas e não há memória de um arranque de época tão mau para a formação encarnada. É preciso remontar a 1924/25, com Cosme Damião como treinador, para se vislumbrar tais números, quando nessa altura se jogava o campeonato de Lisboa.

Em 2005/06, época que precedeu o título de campeão nacional, tal como agora, o arranque não incluiu três derrotas, apenas duas, mais um empate e uma vitória, ou seja, apenas mais um ponto do que ao dia de hoje.

Se o FC Porto vencer logo mais no Dragão o Sporting de Braga, serão já nove os pontos entre o campeão e o primeiro lugar.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.