O Portimonense exige o regresso imediado de Paulinho e Ewerton, jogadores que foram cedidos ao FC Porto mas dispensados por Sérgio Conceição.

Rodiney Sampaio, presidente da SAD do Portimonense, disse que o FC Porto "não tem capacidade financeira para cumprir", com o que acordou com o emblema algarvio relativamente a compra dos dois jogadores.

"O FC Porto não tem condições de fazer os pagamentos em causa [sete milhões por Paulinho e cinco milhões de euros por Ewerton] e por isso exigimos o seu regresso", disse esta segunda-feira, o dirigente algarvio.

Paulinho chegou ao FC Porto  em janeiro de 2018, tendo participado apenas em três partidas, mais uma da equipa B. O FC Porto ficou com opção de compra obrigatória do médio brasileiro de 24 anos, por sete milhões.

Já Ewerton foi contratado neste defeso mas, poucos dias depois, acabou por ser dispensado por Sérgio Conceição. O FC Porto ficou de pagar cinco milhões ao Portimonense pelo médio brasileiro de 25 anos.

Os dois jogadores forma dispensados no dia 21, no estágio que a equipa está a realizar no Algarve. Saidy, Oleg, Waris e Mikel foram os restantes jogadores dispensados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.