O diretor do Standard Liége, Pierre François, revelou hoje que o FC Porto «já pagou a primeira tranche» do futebolista Défour e estabeleceu sexta-feira como «prazo limite» para receber a de Mangala, que «é a mais elevada».

«Se pagarem a tranche de Mangala até amanhã (sexta-feira), o Standard retirará a queixa que remeteu para a FIFA por causa do incumprimento do FC Porto», disse hoje Pierre François, em declarações ao Sudpresse, grupo de comunicação social belga.

Caso o FC Porto não cumpra esta exigência, Pierre François garante que o Standard “prosseguirá com o processo” junto da FIFA, na expectativa desta «obrigar» o clube portista a «pagar aquilo que se comprometeu» pela transferência dos dois jogadores, além dos “correspondentes juros pelo atraso”.

O dirigente belga admitiu mesmo o cenário de a FIFA «proibir o FC Porto de utilizar os dois jogadores» na sequência da queixa que remeteu ao organismo máximo do futebol mundial.

De resto, François tece algumas considerações acerca do incumprimento do FC Porto, dizendo «não acreditar na tese» portista, segundo a qual não pagou as primeiras tranches de Défour e Mangala por não ter ainda recebido o dinheiro da transferência de Falcao para o Atlético de Madrid.

«Ainda recentemente contratámos um jogador ao Malines, Buyens, e pagámos. Não dissemos que estávamos à espera do dinheiro do FC Porto para lhes pagar», disse François, lembrando que o clube português recebeu «largos milhões de euros da UEFA pela sua participação na Liga dos Campeões».

Recorde-se que o administrador da SAD do FC Porto Angelino Ferreira garantiu hoje já estarem a ser «cumpridos os compromissos com o Standard de Liège», para o pagamento das transferências do francês Mangala e do belga Defour.

O responsável da SAD dos “dragões” com o pelouro da área financeira frisou que esta é uma situação que está controlada.

«É uma história mais complexa do que a que saiu nos jornais, mas não quero argumentar porque houve coisas estranhas que afetam os mercados», afirmou Angelino Ferreira, acrescentando que os compromissos estão a ser pagos e que o primeiro pagamento foi feito nos últimos dias.

A 18 de outubro, o clube belga ameaçou fazer queixa do FC Porto às autoridades competentes por o campeão português de futebol ainda não ter saldado os valores acordados nas transferências de Mangala e Defour.

Na altura, o Standard de Liège disse que o FC Porto tinha prometido pagar os valores acordados «até ao final da semana que findou» a 07 de outubro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.