As Ligas Europeias de Futebol Profissional (EPFL) fazem um balanço positivo do encontro com a presidência polaca da União Europeia, em Varsóvia, e pedem à FIFA e UEFA uma reavaliação do calendário internacional.

«Qualquer iniciativa que implique o futebol na Europa tem de envolver a EPFL. O sucesso, e a legitimidade, de qualquer abordagem da União Europeia no que respeita do futebol profissional terá de passar sempre por nós», comentou o diretor geral executivo da EPFL, o português Emanuel Madeiros.

Sobre a estrutura atual da calendarização internacional do futebol, a EPFL insistiu, em comunicado, em reformas a tomar por FIFA e UEFA, já que considera o atual organigrama «insustentável».

«A EPFL considera que é vital um equilíbrio entre seleções e clubes e rejeitará qualquer intenção em aumentar o número de datas para jogos das seleções», frisa o organismo no mesmo comunicado.

Para a EPFL, são os campeonatos «o pão e a manteiga» para mais de 900 clubes na Europa, pelo que é «fundamental continuar a preservar a saúde dos jogadores e fomentar projetos que privilegiem as ligas».

«A situação atual é crítica e as ligas não podem perder mais um espaço no calendário, particularmente se for num fim de semana, para as seleções. A EPFL não aceitará nenhuma decisão nesse sentido sem uma consulta prévia», insistiu o organismo na mesma missiva.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.