O presidente do Paços de Ferreira, Rui Seabra, foi esta quarta-feira suspenso por 10 dias, por protestos contra a equipa de arbitragem, no jogo da segunda jornada da I Liga de futebol, com o Desportivo das Aves (2-2).

Segundo o mapa de castigos do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, Rui Seabra foi expulso no final do jogo por ter protestado contra o tempo de compensação, antes de estender os protestos à zona dos balneários e tentar entrar na cabine da equipa de arbitragem.

O Benfica foi multado em quatro mil euros pelo facto de adeptos do clube terem utilizado material pirotécnico na visita ao Desportivo de Chaves, enquanto o FC Porto foi punido com 1.720 euros por arremesso de objetos das bancadas para o relvado no jogo disputado no terreno do Tondela.

O presidente do Arouca, Carlos Pinho, que hoje foi suspenso por 20 meses no âmbito do caso 'Túnel de Alvalade', foi castigao com 10 dias de suspensão por comportamento incorreto que leh valeu a expulsão no jogo com o FC Porto B, da segunda jornada da II Liga.

Jogadores suspensos:

I Liga:

- Um jogo:

Wesley (Estoril Praia)

Josué (Vitória de Guimarães)

João Vigário (Vitória de Guimarães)

II Liga:

- Dois jogos:

Tony Djim (FC Porto B)

Leonel Olímpio (Varzim)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.