Orlando Rollo, presidente dos brasileiros do Santos, justificou esta sexta-feira a continuidade de Lucas Veríssimo no 'peixe', apesar das propostas que chegaram ao clube, provenientes de clubes portugueses.

"Foi estratégia da gestão. Conversámos com o Lucas, conversei com os agentes do Lucas e eles entenderam a situação", começou por explicar em declarações ao 'Lance'.

O presidente do Santos acrescentou ainda que "o valor de Lucas é muito superior às propostas. Até vieram propostas boas, mas a forma de pagamento era uma vergonha. Não quero taxar o nosso jogador. Mas vale mais do que ofereceram".

"Os clubes sabem que o Santos está em crise e então fazem propostas esdrúxulas e colocam-nos a faca no pescoço", rematou ainda Orlando Rollo.

De notar que Lucas Veríssimo esteve muito próximo de rumar tanto ao Benfica como ao FC Porto. Além disso, os brasileiros chegaram a avançar que o Sporting de Braga também estava interessado no central do Santos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.