Contudo, o presidente do clube espera uma solução pacífica na reunião desta noite, marcada para as 20 horas no auditório do Estádio Municipal de Aveiro, mas não deixa de parte um possível cenário de demissão.

O Beira-Mar, actual 13º classificado, continua numa grave situação financeira e Mário Costa aguarda compreensão por parte dos antigos dirigentes José Cachide e Artur Filipe, que apresentaram penhoras de valor elevado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.