O presidente do Beira-Mar, Mário Costa, demitiu-se hoje e pediu marcação de eleições para 4 de Dezembro, por não ter sido possível chegar a acordo com ex-dirigentes para resolver as penhoras que afectam o clube.

“Os meus colegas de direcção vão continuar a assumir as funções do clube até às eleições, mas da minha parte demito-me”, explicou Mário Costa perante cerca de sete associados presentes na Assembleia-Geral “aurinegra”.

O dirigente aveirense acrescentou: “As penhoras impedem que se possa desenvolver o trabalho previsto e por isso vamos dar a oportunidade às pessoas que querem tomar conta do clube, de o poderem fazer”.

Mário Costa sublinhou não estar agarrado a cargos e que apenas o move o “amor ao Beira-Mar”, desabafando: “Isto é um sufoco, é impossível viver assim”.

O dirigente disse ainda que “os ex-dirigentes têm todo o direito a ser ressarcidos”, mas o clube não está em condições de “pagar como eles querem”, após anunciar o fracasso nas negociações com Artur Filipe e José Cachide.

Em relação a Artur Filipe, o dirigente afirmou que “foram pagos 108 mil euros dos 150 mil orçamentados”, faltando ainda resolver a penhora de José Cachide, no valor de cerca de 1 milhão de euros.

O ex-dirigente pediu como garantia a escolha de passes de jogadores e o reconhecimento da dívida da Câmara Municipal de Aveiro ao Beira-Mar. A situação terminou num impasse por a autarquia não poder realizar esse reconhecimento.

Noutro domínio, o dirigente recordou que “a equipa está a jogar bem” e que não está mal classificada na Liga de futebol, estando a ser asseguradas todas as responsabilidades.

“O que queremos é um Beira-Mar estável e que nos dê orgulho. Por questões pessoais e profissionais eu não posso continuar mas vão prosseguir as negociações para solucionar o problema”, afirmou em jeito de remate.

Em declarações no final da reunião magna, o dirigente “aurinegro” admitiu: “Se tiver apoios é possível que me candidate, mas neste momento temos é de pensar que ainda há tempo de encontrar uma solução”.

“Se não houvesse uma tomada de posição, isto seria uma agonia”, concluiu.

O Beira-Mar ocupa actualmente a 13ª posição na I Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.