A Primeira Liga é a quarta liga europeia com menos tempo de jogo útil, entre as 35 competições analisadas pelo Observatório de Futebol (CIES).

Em Portugal pouco mais de metade do tempo de jogo é útil (51,9% dos minutos em campo). Só a Super Liga Grega (50,9%), a segunda divisão espanhola (50,4%) e a liga checa (50,2%) têm registos de menor tempo útil.

No extremo oposto, está o campeonato sueco com 59,7%, com a maior percentagem de tempo útil. De seguida surge a Eredivisie, a Liga Holandesa, com 59,5% e o Campeonato Finlandês com 57,7%.

Entre as cinco maiores ligas europeias (Inglaterra, Espanha, França, Itália, Alemanha), é a Bundesliga que leva vantagem (57,1%), seguida da Ligue 1 (56,7%), Serie A (55,6%), Premier League (55%) e La Liga (53,3%).

Já se virarmos o foco para as equipas, o top 5 das equipas que mais 'aproveitam' o tempo é dividido entre equipas suecas e holandesas.

O Sundsvall (Suécia) têm uma percentagem de tempo útil de jogo de 63,2%, seguido ao AZ Alkmaar, com 62,9%, e do Helsingborgs, da Suécia, com 62,8%.

Entre as equipas portuguesas, o Benfica é a equipa na Primeira Liga que melhor aproveita o tempo de jogo, com 57,1%, seguida de Belenenses SAD, com 54,8% e SC Braga com 54,3%.

O Sporting surge no 5.º lugar nacional, com 52,9% e o FC Porto, no 11.º, com 51,2% de tempo útil de jogo.

No último lugar entre as equipas portuguesas surge o Desportivo das Aves, com 49,5% de tempo útil.

Curiosidade para o penultimo lugar do Famalicão: a equipa sensação desta época, que esteve na liderança do campeonato até ao passado domingo, tem uma percentagem de tempo útil de jogo de 49,9%.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.