O Tribunal da Relação de Lisboa julgou improcedente o processo movido pela empresa Tecnovia no qual solicitava a insolvência do União da Madeira, equipa que acaba de ascender à I Liga portuguesa de futebol.

A empresa Tecnovia pedia a insolvência do Clube de Futebol União, mas não foi encontrado, pelo Tribunal da Relação de Lisboa, fundamento jurídico ao solicitado pela empresa, indo ao encontro da decisão proferida pelo Tribunal Judicial do Funchal.

O processo teve origem no incumprimento por parte do clube madeirense, no pagamento de dívidas relacionadas com a construção do complexo desportivo do clube, localizado no Vale Paraíso, na Camacha.

O complexo em causa era composto por um campo de relva natural, para treinos, um sintético e infraestruturas de apoio.

Presentemente, o complexo tem sido alvo de algumas obras de melhoramento, tendo agora um novo relvado, estando prevista a construção de um circuito de manutenção.

A sua inauguração teve lugar no dia do aniversário do 87.º aniversário do clube, em 01 de novembro de 2000.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.