A Polícia de Segurança Pública (PSP) espera escoltar domingo mais de 2000 adeptos das claques do Sporting até ao Estádio da Luz para o “derby “com o Benfica, na quinta jornada da Liga de futebol, sem “qualquer alteração da ordem”.
“A polícia adopta esse sistema e não vai permitir qualquer tipo de alteração da ordem. Toda a alteração da ordem pública vai ser reprimida. Os adeptos têm de se capacitar de que está em causa a disputa de um jogo de futebol. É um espectáculo desportivo e não podemos fazer dos campos e suas imediações campos de batalha”, disse hoje o subintendente Costa Ramos.
Os responsáveis da PSP optaram por não divulgar o número de agentes empregues na operação de segurança desta partida, considerada de “risco elevado”, e na qual são esperados entre 50 000 e 55 000 espectadores.
“Neste momento, penso que não há grandes problemas. Não houve declarações polémicas durante a semana. Vai ser um policiamento pacífico”, adiantou Costa Ramos.
Os elementos dos grupos organizados dos “leões” vão ser acompanhados numa “caixa de segurança” entre o Estádio José Alvalade e o recinto “encarnado”, cujas portas se vão abrir, pelas 18h15, duas horas antes do apito inicial.
A PSP anunciou que o dispositivo de segurança inclui patrulhamento apeado, automóvel e à civil, equipas de intervenção rápida, corpo de intervenção, cães, as divisões de investigação criminal e de trânsito, equipas especializadas em explosivos, além da Unidade Regional de Informações Desportivas, com os seus “spotters”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.