O extremo confessou, à Bola TV, que está no clube onde se sente bem e não pensa em sair.

“Estou tranquilo, amo o FC Porto. As pessoas podem pensar o que quiserem, mas estou no clube que amo”, atirou.

Quaresma diz que o facto de ter dito que admirava Jorge Jesus levou a um conjunto de interpretações que nada tinham que ver com o que havia dito.

“Dei a minha opinião e infelizmente aqui querem fazer uma guerra em tudo. Não é por admirar uma pessoa que tenho de trabalhar com ela ou ir para o clube onde essa pessoa está a trabalhar. Já estavam a passar a imagem de que eu queria ir para o Sporting, mas não quero ir para lado nenhum. Estou bem onde estou, no clube que amo e onde me sinto feliz”, frisou.

O jogador de 31 anos diz que só pensa em “ganhar títulos” pelos dragões.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.