"Quero ver o Sporting campeão em 2010/11." Foi desta forma que Miguel Veloso resumiu o sentimento de gratidão ao Sporting pelos 10 anos que passou em Alvalade e cujo futuro acompanhará agora a partir de Génova, para onde se transferiu a troco de nove milhões de euros e o passe do espanhol Zapater.

"Tenho um carinho enorme pelo Sporting por tudo o que me deu e, por isso, a regressar, gostaria de regressar ao Sporting", acrescentou o jovem médio, que só pensa agora em "ajudar o Génova".

Traçando um "balanço muito positivo" dos seus anos no Sporting, com "momentos bons e maus", Miguel Veloso não esconde apenas um arrependimento na hora da despedida: o falhanço da conquista da Liga. "É o que faltou. Cheguei e ganhei logo uma Taça e uma Supertaça. Faltou apenas a cereja no topo do bolo".

Sobre o passado, o internacional português deixa um agradecimento a Paulo Bento. "Foi muito importante na minha evolução e no meu crescimento, tal como no do Yannick."

Relativamente ao presente, Miguel Veloso sublinha os nomes de Costinha e Paulo Sérgio como essenciais para o sucesso do Sporting. "Os sportinguistas podem confiar plenamente no trabalho dele e do presidente. Costinha entrou no ano passado e está a desenvolver um grande trabalho. Apoia incondicionalmente o plantel, que está supermotivado e supercontente. E a culpa disto é em grande parte do Costinha", afirmou o médio, destacando ainda o técnico Paulo Sérgio: "O homem certo no lugar certo."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.