Depois da derrota em Coimbra por 4-0, no jogo da última segunda-feira, Quim Machado está esperançado numa reviravolta na moral da equipa.

«Um resultado assim só se ultrapassa com uma vitória. Ninguém gosta de perder por quatro. Já estamos mentalizados para fazer uma boa exibição com o Marítimo, tendo consciência de que não será fácil, considerando que o adversário vem aqui moralizado, também, pelos bons resultados», afirmou.

Com a onda de lesões que tem assolado o plantel, o treinador do Feirense acredita, no entanto, que os jogadores ao seu dispor têm condições para lutar pela vitória.

«Depois de uma derrota, é sempre possível uma ou outra alteração, mas não penso em mudanças significativas. Assumo a responsabilidade da derrota frente a Académica e estou aqui para defender os meus jogadores. Acredito neles», disse o técnico.

Ainda na conferência de imprensa realizada no Complexo Desportivo do Feirense, o jovem Mika referiu não esperar facilidades diante do Marítimo.

«Vai ser mais um jogo complicado, conforme foi na Académica, mas nada melhor do que uma vitória no domingo para fazer esquecer a derrota frente aos `estudantes´. O Marítimo é um adversário complicado, mas acredito que o Feirense vai estar ao seu melhor nível», referiu.

O Feirense, 11.º classificado com seis pontos, recebe o Marítimo, quarto com 13, pelas 16h00 de domingo, em jogo da sétima jornada da Liga, que será dirigido por Manuel Mota, de Braga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.