Em causa está ainda o encontro da nona jornada da Liga portuguesa de futebol, no qual os "arsenalistas" derrotaram o Benfica por 2-0, em 31 de Outubro, e que ficou marcado pelas agressões no túnel de acesso aos balneários do recinto bracarense.

Segundo o documento, o CJ considerou em 25 de Novembro que o processo devia ter sido interposto junto da Liga de Clubes e não directamente naquele organismo judicial da FPF, "indeferindo liminarmente" o apelo.

Negado o pedido, os responsáveis do Braga entregaram a documentação, em 22 de Dezembro, na Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), pedindo a instauração de processos disciplinares sumaríssimos ao espanhol Javi Garcia e ao argentino Javier Saviola, por alegado comportamento incorrecto no decorrer da partida.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.