Os 'tropeções' do Benfica no final da época passada e o caso Cardozo são os ingredientes apontados neste relatório para a pressão negativa que paira sobre o Benfica.
Na análise requisitada por Paulo Futre, a que o SAPO Desporto teve acesso, pode ler-se que depois de «uma pré-época muito sofrida, o Benfica irá apresentar-se debaixo de uma pressão sufocante que implicará a obrigatoriedade de começar bem, e isto pode marcar negativamente a época. Os jogadores sabem que treinador está fragilizado, e isso intranquiliza-os».
Neste mesmo relatório, a ser divulgado no site da betclic, é ainda feita uma análise aos jogadores que poderão fazer a diferença nos resultados dos jogos da I Liga sendo Jackson apontado como aquele que « vai voltar a fazer muitos e decisivos golos, acima de 25, e ser o melhor marcador da liga. Apenas precisa de melhorar da marca de grande penalidade para estar ao nível dos melhores goleadores mundiais».
Mas análise debruça-se ainda sobre outros jogadores que irão fazer a diferença como Fernando, do FC Porto,  que é considerado como «a barra estabilizadora do FC Porto. Exímio quer na recuperação, quer na construção. Será o ponto de equilíbrio equipa». Já Matić, do Benfica, é descrito como «um poço de energia. Além de roubar bolas ainda progride com ela, queimando linhas ao adversário.  Sem ele, Jorge Jesus não poderia dar o cariz ofensivo que normalmente dá a equipa»
No outro lado da Segunda Circular está Adrien. De acordo com a análise este é, no plantel do Sporting, «o jogador mais indicado para marcar os ritmos de jogo, além de ter boa capacidade de remate. Tem boa leitura táctica e será preponderante no meio campo leonino.»
Além dos já experientes, esta análise considera ainda os jogadores que podem receber o título de revelações da temporada.
Quintero, do FC Porto, «com grande qualidade técnica, vai desequilibrar como 10 ou a partir da ala. Pé esquerdo fortíssimo para bolas paradas e remates de meia distância. Vai trazer fantasia e classe.»
No Benfica o sérvio Markovic é analisado  como «jogador elegante e com técnica apurada, será a grande revelação do Benfica. Se Jesus lhe confiar a posição de segundo avançado, vai-lhe permitir fazer muitos golos uma vez que tem capacidade de finalização.»
No Sporting, Montero «não é um avançado agressivo, mas antes um jogador de fino recorte técnico. Dentro da área tem drible curto e imprevisível e remate fácil. Tem faro de golo e instinto matador», conclui esta análise.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.