O Sporting está interessado em renovar o contrato de Alan Ruiz, atualmente válido até 2020, por mais um ano. No entanto, e segundo o jornal O Jogo, o clube de Alvalade terá de fazer o mesmo com o irmão Federico Ruiz, por exigência do pai e do agente dos jogadores.

Federico Ruiz Sr. e Fernando Cosentino, respetivamente pai e empresário, só aceitam negociar o acordo "em forma de pacote", tendo em conta que os dois jogadores chegaram a Alvalade num negócio conjunto avaliado em 8,8 milhões de euros. Os dois jogadores auferem um salário conjunto de um milhão de euros anuais: 750 mil para Alan, 250 mil para Federico.

Escreve o referido jornal que a SAD leonina propôs a renovação contratual de Alan Ruiz em troca da liquidação da comissão de 700 mil euros que deveria ter sido paga ao pai e ao agente, mas os dois recusaram. O objetivo do clube de Alvalade era, além de liquidar a comissão em questão, baixar os encargos com Federico Ruiz, mas a abordagem foi recusada pelo pai e agente dos jogadores.

Para conseguir renovar com Alan Ruiz, então, o Sporting terá de prolongar também o contrato de Federico, que está atualmente cedido ao Sintrense e que recupera de lesão na Academia. Os valores salariais terão de ser mantidos no seu conjunto ou aumentados.

O clube de Alvalade terá então ainda por pagar a comissão de 700 mil euros para o pai e agente, mas já terá liquidado o prémio de assinatura de 1,2 milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.