O treinador do SL Benfica, Jorge Jesus, elogiou a equipa do Olhanense após a vitória dos encarnados por 2-0 e assumiu que o resultado foi melhor do que a exibição.

"Tivemos algumas dificuldades hoje no jogo. O Olhanense foi uma equipa, do ponto de vista defensivo, muito forte. Conseguiu anular a nossa movimentação. Tivemos algumas dificuldades em entrar na última linha defensiva da equipa do Olhanense e a pouco e pouco fomos ganhando alguns espaços e fomos subindo de rendimento e acabamos por vencer por 2-0. Penso que o resultado de hoje é melhor que a exibição mas há que realçar o facto positivo do Benfica não ter sofrido golos, ou seja, é o sexto jogo consecutivo em casa que não sofremos golos, para o campeonato e isso também dá alguma segurança e estabilidade à equipa", disse Jorge Jesus no flash interview da SportTV.

No regresso de Aimar à competição, Jorge Jesus disse que o médio argentino ainda está longe da forma ideal e reconheceu que a equipa melhorou com a sua saída.

"Houve alguns jogadores, no caso do Pablo, que não apareceu com tanta dinâmica como o normal, teve aquele tempo parado, fui deixando-o estar no jogo até ao máximo, de tempo, mas procurei tirá-lo e quando tirei-o a equipa também melhorou do ponto de vista ofensivo como defensivo. É a segunda vitória consecutiva depois do nosso jogo para a Champions League e portanto isto das vitórias é que nos moraliza e portanto já estamos a pensar no próximo jogo."
Sobre a substituição de Gaitàn, Jorge Jesus assumiu que o argentino saiu por estar "tocado" e por opção técnica.

"Ele estava com uma dor por causa de uma pancada que levou na parte posterior da coxa, estava a queixar-se mas independentemente disso eu ia-o substituir porque foi um jogador que não entrou bem no jogo como normalmente. Nós precisávamos de uma dinâmica e precisávamos que o nosso meio-campo tivesse mais fechado. Foi um meio-campo na primeira parte em que estávamos muito abertos e o Olhanense saía com alguma facilidade para o contra-golpe e procuramos bloquear a primeira saída do Olhanense e penso que conseguimos"

O SL Benfica reduziu para cinco pontos a vantagem do líder FC Porto que joga na segunda-feira. Jorge Jesus afirma que o Benfica vai fazer de tudo para pressionar o líder mas reconhece que a equipa encarnada não tem crédito pontual

"Nós queremos colocar pressão. À frente de nós só está o FC Porto e portanto sabemos que não temos crédito pontual, ou seja não podemos falhar, temos de jogar sempre para os três pontos e à espera que o nosso adversário vá perder pontos e portanto o nosso campeonato vai ser este, estar na tentativa de recuperação pontual e de classificação ao primeiro classificado que é o FC Porto."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.