O Rio Ave, da I Liga de futebol, promoveu esta sexta-feira uma cerimónia de apresentação do plantel para 2015/16, na zona ribeirinha de Vila do Conde, onde foram confirmados dois reforços brasileiros.

O médio Zé Paulo, que pertencia aos quadros do Corinthians, e o avançado Pedro Paulo, ex-Atlético Paranaense, foram as novidades.

Pedro Paulo, de 22 anos, já há alguns dias treinava com o plantel orientado por Pedro Martins, que deu o seu aval para a contratação, figurando o jogador no lote dos elementos do plantel que participaram nesta cerimónia de apresentação.

Já Zé Paulo, de 21 anos, foi confirmado pelo presidente do clube António Silva Campos, que avançou que o jogador "se apresentará em breve em Vila do Conde".

Sobre um possível empréstimo de Heldon, extremo cabo-verdiano do Sporting, o dirigente afirmou que "nada está concretizado", pronunciando-se, ainda, sobre Tiago Pinto afirmando "que será quase impossível a renovação".

Sobre Ukra, António Silva Campos afirmou que o jogador "pode cumprir o contrato de um ano que ainda tem com o Rio Ave, caso não surja uma proposta vantajosa para as duas partes".

Dos 32 elementos do plantel que têm treinado no estágio da equipa na última semana em Ofir/Fão, foram apresentados aos sócios e simpatizantes apenas 30 jogadores, uma vez que o lateral esquerdo Paulo Henrique e o avançado montenegrino Rudovic, que treinavam à experiência, não mereceram a aprovação do técnico Pedro Martins.

O treinador dos vila-condenses traçou como objetivo para equipa na nova época "andar nos oito primeiros lugares e atingir uma final de uma Taça da Liga ou Taça de Portugal".

Sobre o grupo de trabalho, o técnico afirmou que "ainda será reduzido, porque ainda há muitos jovens no plantel que talvez tenham de rodar em outros clubes", não descartando, também, a saída de alguns elementos para emblemas de maior dimensão.

Confrontado se o avançado Hassan, que foi dado como reforço do Benfica, será um desses elementos que estão de saída, Pedro Martins não quis confirmar, mas garantiu que o jogador "está a treinar 100 por cento".

"Hassan é um jogador de grande qualidade que qualquer treinador gostaria de contar, mas sabemos que o mercado continua em aberto", desmentido que o jogador tenha qualquer problema de físico"

"Ao contrário do que se disse, o Hassan está trabalhar muito bem com o grupo e não tem qualquer limitação. Não seria louco em integrá-los nos treinos se assim não fosse", garantiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.