Há 367 minutos, correspondestes a quatro jogos, que Roberto não sofre golos no campeonato. O guarda-redes do Benfica é o detentor da mais longa série de minutos de imbatibilidade nesta edição da prova, até ao momento. Já ultrapassou Quim, que na época passada conseguiu estar 365 minutos sem sofrer golos (entre as 18ª e 22ª jornadas)

Depois de duas jornadas em que as exibições deixaram muito a desejar, e em que o Benfica saiu derrotado, Roberto foi relegado para o banco de suplentes.

À quarta jornada, frente ao Vitória de Setúbal, na Luz, quis o destino que Júlio César fizesse falta dentro da área, originando a sua expulsão e consequente grande penalidade. Entrou Roberto e defendeu. Esse foi o ponto de viragem do guarda-redes madrileno.

Na jornada seguinte, em Guimarães, sofreu dois golos, voltou a ser questionada a sua competência, mas a verdade é que nos últimos tempos tem sido o salvador de um Benfica longe do brilho da temporada passada. E foi o segundo golo vimaranense o último de Roberto para a Liga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.