O defesa central brasileiro Rodrigo Defendi, contratado pelo Vitória de Guimarães ao Paraná, diz que está a readaptar-se ao futebol europeu e quer lutar pela titularidade na equipa.

Depois de ter passado pelo futebol inglês (Tottenham) e italiano (Udinese, Roma e Avelino), Rodrigo Defendi regressou ao Brasil (Palmeiras B e Paraná) clube pelo qual ia renovar quando aceitou a proposta para rumar a Portugal, disse hoje o jogador em conferência de imprensa no âmbito do estágio do Vitória, em Quiaios.

«Estou a tentar adaptar-me o mais rápido possível ao futebol português. É muito diferente do brasileiro, o brasileiro é muito cadenciado, tranquilo, aqui é muito corrido», argumentou o central de 25 anos (1,90 metros).

Disse ainda que pretende lutar pela titularidade na equipa orientada por Manuel Machado, apesar do plantel do Vitória possuir cinco defesas centrais.
«Vai ser difícil, há jogadores de muita qualidade. Vou esforçar-me ao máximo para me adaptar e depois cabe ao treinador escolher os aptos a jogar», afirmou.

Considerou a Liga Europa – que disputou em 2006 ao serviço da Udinese – como uma competição «dura e muito difícil» mas sustenta que o Guimarães está a preparar-se e a treinar para «chegar longe» na prova.

Rodrigo Defendi já fez vários amigos na equipa vimaranense, como o avançado brasileiro Douglas e, em Portugal, conhece o médio do Braga Leandro Salino, antigo companheiro de equipa no Brasil e agora rival «dentro de campo», assinalou.

O jogador, que tem ascendência e passaporte italiano, – devido a um bisavô nascido em Itália – brincou com o apelido (Defendi), «adequado» à posição de defesa central.

«Ainda bem que é Rodrigo Defendi, tento defender bem», brincou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.