“Sabemos que o Benfica é uma equipa grande e por isso temos de tomar cuidado, mas vamos jogar para tentar a vitória", declarou o treinador, em substituição de Manuel Machado, na conferência de imprensa, após o treino no Estádio da Madeira.

Para o técnico, o Nacional já esqueceu a derrota sofrida em Bilbau (2-1, quinta-feira, para a terceira jornada da Liga Europa) e agora "só olha para a frente", salientando que a sua equipa não teme o "inferno" da Luz.

“Quem é que não gosta de jogar com o estádio cheio, com equipas grandes? Nós, na Liga Europa, também jogámos com estádios cheios e em todos esses jogos tivemos personalidade para jogar de igual para igual, olhos nos olhos", realçou.

Sobre a fórmula transmitida ao guarda-redes Bracalli para parar Saviola e Cardozo, o técnico referiu: "Se tivéssemos uma fórmula seria muito fácil. Ele tem de estar focado e concentrado nas coisas que vai fazer".

Quanto à estratégia da equipa, Rodrigo Souza destacou que o Nacional não deve recuar muito.

"Vamos tentar jogar de igual para igual, mas é claro que temos de tomar alguns cuidados com o Benfica. Eles têm avançados e médios de muita qualidade, mas se recuarmos muitos vamos trazê-los para cima de nós e isso será muito perigoso", advertiu, recusando a ideia de "estacionar o autocarro" em frente à baliza.

O encontro entre o Benfica e o Nacional, da oitava jornada da Liga portuguesa de futebol, disputa-se segunda-feira, a partir das 20:15, no Estádio da Luz, em Lisboa, com arbitragem do portuense Vasco Santos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.