A Assembleia Geral do Sporting, marcada para este sádado com o objetivo de votar os relatórios e contas das épocas 2019/2020 e 2020/2021, depois de ambos os documentos terem sido chumbados no passado dia 30 de setembro, já decorre no Pavilhão João Rocha.

O início dos trabalhos teve lugar às 11h30, com o presidente da mesa da assembleia geral leonina, Rogério Alves, a fazer questão de deixar, no arranque, uma mensagem aos sócios que irão votar ao longo do dia.

"Discutam com serenidade e votem com liberdade", afirmou Rogério Alves, à entrada para o pavilhão.

A ordem de trabalhos da AG tem apenas dois pontos: a votação dos relatórios e contas de 2019/2020 e 2020/2021. O orçamento para a nova época, também chumbado, não vai a votação. O encerramento da votação é às 19h30 horas e todos os sócios na fila a essa hora terão direito a votar. A lotação máxima permitida no interior do pavilhão é de 2116 pessoas, podendo votar todos os associados maiores de idade, com mínimo de 12 meses de fidelização.

A não aprovação dos Relatórios de Gestão impedirá o Conselho Diretivo de apresentar aos Sócios a versão consolidada das Contas, "fundamental para que os associados do clube disponham de uma visão de conjunto do Grupo Sporting", alertou o clube leonino em comunicado, na sexta-feira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.