Depois de ter jogado em Israel e na Coreia do Sul, Rogério Conceição, de 25 anos, assumiu “estou prestes a cumprir o sonho de todos os jogadores brasileiros, jogar e disputar um campeonato europeu”.

O central brasileiro, que já representou o Santos, clube em que se formou, conta ainda no seu currículo com passagens por Guarani, Marília, Gama, Criciúma, São Caetano e Vila Nova de Goiás.

Fora do Brasil, Rogério Conceição disputou os campeonatos de Israel e Coreia do Sul, tendo alinhado respectivamente nas formações do As Hdod e Gyeongnam FC, podendo agora estrear-se face ao FC Porto, sábado, na Figueira da Foz.

“O FC Porto é um grande clube, de nível internacional. Reconheço o seu favoritismo para esta partida, mas será nossa obrigação fazer tudo o que é possível para contrariar esse favoritismo”, vincou.

Rogério Conceição assume algumas diferenças entre os campeonatos de Brasil e Portugal, mas deixa claro: “Futebol é futebol em qualquer lado”.

“O nosso principal objectivo é vencer”, frisou, acrescentando:

“Não podemos vacilar na concentração. Marcar o adversário sempre em cima e sem errar são condições fundamentais para atingirmos o que pretendemos”.

A finalizar, o central deixou um alerta:

“Os jogadores do FC Porto têm grande experiência, jogam e aproveitam exemplarmente os erros do adversário. Há que ter muita atenção e nunca perder a concentração”.

A Naval 1.º de Maio e o FC Porto defrontam-se sábado, pelas 19:15 horas, no Estádio Municipal José Bento Pessoa, na Figueira da Foz.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.