"As duas equipas estão à procura de pontos, de melhores resultados, de subir na tabela classificativa, enfim, ambos queremos uma vitória. Somos duas equipas a pensar o mesmo: só a vitória nos interessa", disse o técnico, na antevisão ao encontro entre duas equipas que somam apenas um ponto cada.

Rogério Gonçalves acrescentou que quebrar um "jejum" de 33 anos sem vencer "é sempre um factor de motivação", considerando que pontuar é positivo, mas "bom é vencer".

Para tal desiderato, o técnico acrescentou que não vai "mudar a equipa em termos tácticos". "Não é preciso alterar muita coisa. É preciso é sermos mais rigorosos", justificando com os jogos contra o Sporting de Braga, fora, e o Paços de Ferreira, em casa, "onde a Académica merecia mais pelas oportunidades criadas".

Em relação à condição física da equipa, reiterou que os avançados Sougou e Miguel Fidalgo, ambos ainda a treinar de forma condicionada, "são recuperáveis para o jogo", embora ainda não possa contar com o mais recente reforço, Amaury Bischoff.

Sobre o internacional Sub-21, opinou que "é um excelente jogador, jovem, talentoso, internacional, enfim, uma mais-valia para a qualidade do plantel".

Já quanto à substituição do malogrado Bruno Amaro, com lesão para cerca de cinco/seis meses de recuperação, a mesma deverá recair no médio Paulo Sérgio, que já cumpriu um jogo de castigo. O técnico, no entanto, não confirmou sobre quem recairá a sua escolha.

Finalizou a conversa com os jornalistas, referindo que espera a chegada de um médio defensivo até 31 de Agosto, sem especificar o perfil e o mercado, embora já esteja referenciado.

O encontro entre a Académica e o Sporting disputa-se este domingo, no Estádio Cidade de Coimbra, às 20:15, com arbitragem de Jorge Sousa, do Porto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.