Na equipa do Marselha, o central internacional português Rolando não jogou, mas elogiou a sua equipa pelo triunfo frente a uma “grande equipa”, na qual reencontrou vários “amigos”.

O atleta assegura que é muito difícil voltar ao futebol português, revelando que a fazê-lo para um grande, só para o seu FC Porto.

“Estou muito bem no Marselha, um projeto ótimo. Por enquanto, não é possível (voltar a Portugal). Falou-se um pouco do Sporting, mas nada em concreto. É uma grande equipa, com grande treinador, mas tenho costela portista e é praticamente impossível ir para um grande em Portugal que não seja o FC Porto”, vincou.

Rolando diz que “todos os anos o FC Porto joga para (ganhar) tudo” e espera que este ano seja quebrado o jejum de quatro anos sem vencer o campeonato.

“É muito difícil terminar a carreia no FC Porto, pois seria em fase descendente. Termino como grande adepto e fã do FC Porto, que é o mais importante”, acrescentou.

O mesmo sentimento em relação à seleção: “Está muito bem e recomenda-se. Não interessa quem lá está. São os 23 melhores portugueses. Estar lá é um prazer, mas mais importante é a seleção estar bem”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.