Rúben Amorim fez este domingo a antevisão do jogo de segunda-feira diante do Gil Vicente, relativo à 12ª jornada da Primeira Liga. O treinador dos leões fez um balanço dos recentes jogos da equipa e não admitiu poupanças a pensar no clássico com o FC Porto.

Jogo com a Atalanta: "Na Liga Europa falhámos o principal objetivo que era ficar em primeiro mas já garantimos a passagem, e é um bom sinal quando procuramos ser os melhores do grupo e não só apenas passar. Sabemos onde errámos e fui muito claro onde errámos nesse jogo, trabalhamos nisso um pouco dentro do possível. Só tivemos um treino completo com os jogadores aptos. Preparamos ao máximo taticamente este jogo contra um treinador que ganhou cá no ano passado. Jogam muito bem, são muito rápidos na frente. Têm médios-centros que jogam muito bem, muito rápidos com a bola, e isso pode criar-nos problemas. Queremos e precisamos de voltar às vitórias"

Mentalidade da equipa: "Foram jogos onde fomos a melhor equipa. Não ganhámos os jogos, mas falei da mentalidade porque as equipas que ganham títulos são aquelas em que, mesmo não jogando bem, e nós provamos isso no primeiro ano, arranjam maneira de ganhar. Disse anteriormente que à coisas que não se explicam. A bola quando bate em dois postes não se explica... Se gostamos de complicar? Já disse mil vezes aqui que às vezes temos o jogo controlado e deixamos correr um bocadinho e no fim sofremos. Faz parte da identidade desta equipa. Quando conseguimos manter a estabilidade, não fomos a tempo. Este ano, estamos bem no campeonato, podíamos ter ganho no último jogo, tanto na Liga Europa como na Liga"

Poupanças para o clássico?: "Não vamos fazer isso [amarelar jogadores de propósito antes do clássico]. Porque são três pontos que estão em jogo. Substituições é uma coisa, num jogo em que tínhamos mais um elemento e dois golos de vantagem. Isso é claramente diferente. Eu não vou pedir aos meus jogadores para levarem amarelos"

Sporting nos clássicos: "Temos tido estofo para todos. Fomos a melhor equipa, principalmente nos últimos dois jogos. Perdemos um jogo na Luz no primeiro ano e fomos campeões e quanto a mim não tínhamos nem de perto, nem de longe o estofo que temos hoje.  Penso que há dez clássicos que não conseguimos ganhar e isso é culpa do treinador. Mas o treinador quando começou ganhou cinco clássicos sem saber ler nem escrever. Quando olho para a equipa, a forma como dominamos os jogos, mas não temos vindo a finalizar... esse é um problema que temos. Temos muito mais estofo do que há dois ou três anos. No primeiro ano, quando ganhámos no Dragão, saí com uma sensação de que fomos inferiores. Tivemos alguma sorte. Penso agora o mesmo na Luz...Não é tudo azar, falta qualquer coisa"

Jogadores em dúvida: "O Viktor esteve em dúvida mas vai ser convocado, vamos ver se joga a titular porque saiu com uma queixa no joelho. O Bragança continua a fazer o seu tratamento. Fresneda recupera da lesão"

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.