Rúben Amorim, treinador do Sporting, analisou a vitória do Sporting no Bessa frente ao Boavista, em partida a contar para a 31.ª jornada da I Liga.

Análise

"A exigência é sempre a mesma. Ganhar jogos, não sofrer golos. É o único caminho para voltarmos ao nosso nível. A inspiração demora a voltar, tivemos o jogo controlado, faltou por vezes maior definição, deixámos o Boavista às vezes sair. Fizemos os golos e tivemos oportunidades. Foi um jogo competente da equipa."

Saída de Coates

"Estava a sentir desconforto na perna, foi essa a razão. Dos três centrais até era o que estava melhor, mas saiu por razões físicas."

Derrota do FC Porto em Braga

"Não muda nada, muda a distância. Aconteça o que acontecer queremos encurtar distâncias. O foco está no que podemos fazer. Temos que voltar ao nosso nível. Faltam três jornadas, focar no segundo lugar que nos dá acesso à Champions."

Quase fechada a Champions

"Falta um ponto, temos a obrigação de fazer três contra uma equipa que é sensação [Gil Vicente na próxima jornada]. Temos a obrigação de lutar pela vitória e é isso que vamos tentar fazer."

Matheus Nunes, autor do primeiro golo do Sporting, analisou a vitória frente ao Boavista.

Análise

"Viemos com intenção de ganhar, queremos ganhar todos os jogos até final e manter-nos fieis ao que temos sido."

Vitória do Braga e derrota do FC Porto

"O nosso foco vai ser em nós. Temos que fazer o máximo de pontos e é pensar no próximo jogo e não olhar para as outras equipas."

Focar nos jogos

"O nosso trabalho é sempre o mesmo, somos profissionais, temos que lidar com os momentos bons e menos bons e temos que ganhar os nossos jogos."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.