Declarações de Rúben Amorim, treinador do Sporting, na flash interview da Sport TV.

Análise: "Sabíamos que era um jogo muito perigoso, o Rio Ave quis sempre sair a jogar e nós estávamos preparados para isso. Podíamos ter feito mais golos. Ganhámos num campo difícil e a vitória é justa", começou por dizer o técnico dos leões. O Rio Ave mudou a sua forma de sair a jogar e nós demoramos um bocadinho a ajustar. Entramos bem, não deixamos de correr, não facilitámos, mas o Rio Ave esteve bem e nós ajustamos bem a nossa pressão", acrescentou.

Sequência histórica de jogos sem perder no campeonato: "Diz que eu sou um sortudo. Temos um coração muito grande. Honramos o nosso clube. A evolução deles foi muito grande. Conquistamos a Champions que era muito importante para o clube para termos dinheiro. Mas ainda não acabou".

Sporting perto do título: "É descansar bem, comer bem, trabalhar bem, usufruir da família porque daqui a nada temos mais duas horas de sofrimento. É preparar bem para o sofrimento que vem aí".

Presença garantida na Liga dos Campeões: "Não sinto porque eu fui pago para fazer o meu trabalho, mas agora que me dá o meu conforto não digo que não. Mais por eles do que por mim, pelo presidente e pelo Viana. Temos de ganhar os outros jogos, mas sim, dá-me algum conforto"

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto