Na passada segunda-feira, em entrevista à BTV, Luís Filipe Vieira abordou os efeitos da pandemia de COVID-19 e da paragem do futebol no clube encarnado. Durante a entrevista, o líder 'encarnado' revelou que o clube tinha previsto um encaixe de 200 milhões de euros para o próximo mercado de transferências.

Já esta quarta-feira, o jornal desportivo Record avança os nomes que deveriam dizer 'adeus' à Luz para que os encarnados recebessem os referidos 200 milhões de euros: Carlos Vinícius e Rúben Dias.

O avançado brasileiro deixaria o Benfica para integrar o Wolverhampton de Nuno Espírito Santo, enquanto o defesa central português assinaria pelo Manchester City. Os dois sairiam por 100 milhões de euros cada um, o valor das cláusulas de rescisão.

Recorde-se as palavras de Luís Filipe Vieira: "O Benfica este ano, se não fosse a pandemia, tinha dois jogadores praticamente vendidos por 100 milhões de euros cada um, 200 milhões. [Um encaixe] que estava mais que previsto. Não vale a pena falar nisso, não adianta nada deste momento",

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.