Rui Águas, atual selecionador de Cabo Verde, defendeu que o Benfica vai sofrer em termos ofensivos com a saída de Lima, que rumou ao Al Hilal.

"A saída de Lima cortou metade do ataque e claro que as coisas ficam logo mais difíceis para o treinador. E a verdade é que o único extremo puro da equipa, Salvio, está lesionado, e Maxi Pereira, que era um lateral ofensivo, também já não mora na Luz. Penso que isso diz tudo. Quanto à utilização do 4-2-3-1, não estou a ver Jonas a jogar sozinho na frente num esquema de apenas um avançado. Não me parece, sinceramente, ter essa capacidade num campeonato exigente como o português. Acredito que a solução do treinador não vai passar por aí", disse o técnico ao Record.

O primeiro jogo oficial do novo Benfica, a Supertaça diante do Sporting, disputa-se a 9 de agosto, em Faro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.