O treinador do Beira-Mar, Rui Bento, garantiu esta sexta-feira que quer explorar as fragilidades do Vitória de Setúbal e regressar às vitórias no Bonfim, na quinta jornada da Liga de futebol.

Na conferência de imprensa de antevisão da partida, o técnico dos aveirenses foi claro: “É com o intuito de vitória que lá vamos e temos o adversário identificado. Sabemos o que fazem de melhor, mas estamos cientes das suas fragilidades”.

«É uma equipa composta por jogadores com qualidade, experientes e com muitos jogos na Liga, o que nos vai trazer dificuldades», assegurou, frisando que o conjunto de Bruno Ribeiro se destaca por ser «perigoso ofensivamente».

Para alcançar os três pontos, Bento aposta na «alteração das dinâmicas», mais do que mudar a disposição tática do “onze”: «Não podemos andar sempre a mexer na forma como nos apresentamos para andarmos sempre a adaptar-nos aos outros».

O treinador acredita que «o Beira-Mar, tal como todas as equipas deve construir sobretudo uma identidade própria», considerando que «a esta altura há jogadores muito próximos em termos de rendimento, o que tem sido mais-valia».

Acerca da última jornada, em que a formação “auri-negra” perdeu por 1-0 na receção à União de Leiria, Bento sublinhou: «Perder não anima ninguém, mas não podemos ser voláteis. Sabemos o que valemos e temos presente que não vamos vencer todos os jogos».

Para além de ter sofrido a primeira derrota na competição, o Beira-Mar consentiu também o primeiro golo: «É verdade que sofremos o tal golo, mas temos de sublinhar que o adversário fez dois remates à baliza e conseguiu um grande golo».

As questões da eficácia ofensiva também não foram esquecidas pelo treinador: «O último jogo não foi conseguido, mas acabámos por criar cinco ou seis situações de golo e poderíamos ter marcado», ressalvou.

«Os golos vão aparecer naturalmente, até porque me sinto satisfeito com os jogadores, que têm alcançado bons desempenhos», disse, referindo o exemplo do central Bura, que se estreou na última jornada na ausência de Yohan Tavares, a cumprir castigo.

Sem revelar pormenores quanto a alterações na titularidade, Rui Bento garantiu apenas que «a equipa vai ser a mais indicada para abordar o jogo» e que «a entrega dos atletas tem sido excelente».

Quanto às estáticas que dão favoritismo aos aveirenses nos últimos encontros no Bonfim, o técnico desvalorizou: «Eu não acredito nessas coisas, até porque quem faz acontecer são os intervenientes diretos no jogo».

O jogo entre Beira-mar, na sexta posição, com cinco pontos, e Vitória de Setúbal, 12.º, com quatro, está agendado para domingo, às 18h00 no Estádio do Bonfim e vai contar com a arbitragem de João Capela, de Lisboa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.