O presidente do Belenenses SAD, Rui Pedro Soares, acusou hoje o dirigente do clube do Restelo, Patrick Morais de Carvalho, de fazer uma “perseguição tresloucada” à sociedade, após divulgar documentos que alegam uma possível mudança de nome.

“Desde 2015 que Patrick Morais de Carvalho tem feito uma perseguição tresloucada à SAD. Evoluiu para uma obsessão e temo que esteja a entrar numa fase paranoica. O futuro e estratégia do Belenenses SAD em nada passam pelo doutor Patrick”, atirou, em conferência de imprensa virtual.

Patrick Morais de Carvalho revelou hoje que a SAD, da I Liga de futebol, se prepara para mudar o nome para Comporta Football Club, designação já registada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Em resposta, Rui Pedro Soares, que não confirmou, nem desmentiu, as alegadas tentativas de mudança de nome da firma, criticou o dirigente do Belenenses por “não falar de outra coisa” além da SAD, em “seis anos penosos de mandato e legado complicado que vai deixar”.

Entre os candidatos ao sufrágio do Belenenses, que se realiza no sábado, encontra-se a lista C, liderada por Luís Figueiredo, que prometeu avançar com uma proposta de recompra da SAD em caso de triunfo eleitoral, com a atual direção a acusar a sociedade de Rui Pedro Soares de jogar “a última cartada”.

“Não falei com nenhum candidato a presidente da direção do Clube de Futebol ‘Os Belenenses’. Com o senhor Patrick Morais de Carvalho, não falo e é, de facto, de se evitar. Qualquer que seja a pessoa que seja eleita, se tiver vontade de dialogar com a SAD, vai encontrar alguém que vai dialogar. Com o Patrick Morais de Carvalho não será possível, pois fez um caminho de ressentimento, ódio e de litígios”, frisou.

Sobre as eleições, o responsável pela SAD ‘azul’ entendeu que o clube da Cruz de Cristo “está a caminhar para uma expressão ridiculamente pequena”, ressalvando ser talvez “esse o objetivo” da direção atual, que vê o Restelo “como uma forma de vender terrenos”.

“Se todos os sócios do Belenenses fossem aos jogos em casa, já não conseguiam sequer ocupar metade da bancada dos sócios”, expressou, acrescentando que as secções de natação e râguebi do clube tiveram de sair do Restelo por falta de condições no complexo.

Garantindo ter “um projeto desportivo bem estruturado, com futuro, sólido e consistente”, que vai “continuar a crescer”, Rui Pedro Soares disse que o Belenenses SAD “faz 21 anos desde o dia que foi fundada” no domingo, esperando “festejar com uma vitória sobre o Moreirense”, em jogo da quarta jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.