O treinador do Benfica admitiu hoje que a equipa tem sido prejudicada por alguns "momentos de desequilíbrio mental" durante os jogos e frisou que os jogadores sentem uma "revolta interior" pela eliminação na Taça de Portugal de futebol.

Rui Vitória, que fazia a antevisão do encontro da 15.ª jornada da I Liga portuguesa, diante do Tondela, considerou que a derrota com o Rio Ave, que atirou os ‘encarnados’ para fora da prova ‘rainha’, foi "difícil de digerir", mas salientou que os jogadores estão conscientes do valor que têm.

"Não negamos que a eliminação da Taça é um momento triste, é sempre difícil de digerir, mas temos de saber distinguir o que é circunstancial do que é processual. O resultado foi injusto. Fizemos várias coisas positivas. Estamos tristes, mas conscientes do nosso valor. Senti os jogadores tristes, mas com uma revolta interior, pelo facto de não se ter feito justiça", afirmou, em conferência de imprensa.

Não querendo "esmiuçar em demasia" publicamente o que tem falhado no Benfica, para "não dar avanço aos adversários", o técnico considerou que a equipa tem tido "períodos bons durante os jogos", mas tem sido prejudicada "por um ou outro momento de desequilíbrio, fundamentalmente mental".

"São situações circunstanciais. Não querendo acreditar no fator sorte ou azar consecutivamente, mas todos sabemos que há momentos em que algo puxa o aspeto positivo. Durante uma época, há momentos que são difíceis de se entender. Esta é a mesma equipa que já deu tantas alegrias. Estamos na luta por duas competições em Portugal. Faltam 20 jornadas no campeonato e é nisso que nos vamos concentrar. Há muito para acontecer, muitos pontos ganhos e perdidos por todas as equipas", analisou.

Rui Vitória antecipou "um jogo complicado" na deslocação a Tondela, diante de um adversário que vem motivado pelo triunfo sobre o Desportivo das Aves (1-0) e que "vai querer criar problemas" aos tetracampeões nacionais.

"O Pepa é um jovem treinador, que está a construir uma equipa com qualidade. Vamos encontrar um adversário que vai querer criar problemas, mas queremos somar vitórias no campeonato e manter esta chama de querer chegar o mais rápido possível ao primeiro lugar", vincou.

Sem poder contar com Luisão, que contraiu uma lesão muscular diante do Rio Ave, Rui Vitória assegurou que o lugar do capitão será ocupado por "outro jogador que vai corresponder" e revelou que Rúben Dias está recuperado da cirurgia a uma apendicite e vai ser chamado para a visita a Tondela.

De resto, o reforço do centro da defesa foi um dos assuntos abordados na conferência de imprensa, embora Rui Vitória não tenha confirmado o interesse do ‘encarnados’ do brasileiro Murilo, que alinha no Cruzeiro.

"Vamos aguardar. No ‘mercado’ de janeiro vai correr muita tinta. Vamos tomar as decisões que teremos de tomar. Agora é muito prematuro falar sobre isso, de tal forma que associei o nome Murilo ao nosso jogador que está emprestado [o peruano Jhon Murillo] e ao Murilo do Tondela", referiu.

Por outro lado, o treinador das ‘águias’ escusou-se a comentar a polémica dos alegados e-mails, lembrando que o seu "papel é muito mais importante noutras áreas".

"Sou treinador do Benfica e, como tal, o meu foco são os aspetos que eu consigo controlar e que tenho de trabalhar, juntamente com os meus jogadores. Se nos começamos a dispersar com questões acessórias, esquecemos o fundamental, que é trabalhar no dia-a-dia. Não é uma matéria que queira analisar agora. Há muitos comentadores para falar sobre isso", concluiu.

Benfica, terceiro classificado com 33 pontos, e Tondela, 12.º com 15, jogam no domingo, a partir das 20:15, no Estádio João Cardoso, em Tondela.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.