Rui Vitória elogiou a entrada do Benfica frente ao Arouca, que valeu dois golos aos "encarnados" nos primeiros minutos. O técnico disse ainda que não ia torcer pelo Paços de Ferreira na partida frente ao Sporting. O Benfica venceu por 3-1, em jogo da 19ª jornada da I Liga.

Entrada forte: "Estou satisfeito, era assim que tínhamos de ganhar ao Arouca. Uma entrada muito forte do Benfica, a marcar posição e a dizer que estávamos cá para ganhar. Sabíamos que marcando cedo ia ter efeitos no Arouca e aconteceu isso. Na segunda parte tivemos lentidão nalguns processos. Podíamos ter feito mais golos, mas não era o mais indicado para a equipa do Arouca. Uma vitória justa e merecida contra uma equipa que se bateu muito bem".

Saída do Pizzi: "Teve a ver com a preparação do próximo jogo na terça-feira. Havia jogadores com minutos acumulados. Sempre com a perspetiva de não perder o controlo do jogo. Podíamos ter feito mais golos mas não fomos eficazes".

Recorde de vitórias: "Não é importante. A perspetiva é cada jogo, olhamos sempre assim. Se vamos acumulando vitórias é bom, mas o mais importante é vencer e subir na classificação". É importante porque somámos mais três pontos. Não é isso que me guia. O nosso foco é somar vitórias. A pontuação vai-nos dar a classificação. Não estou preocupado com os recordes. Tento contribuir para as vitórias. Fizemos mais uma vitória”.

Benfica líder provisório, algo que não acontecia desde a segunda jornada

"Quando estivemos em terceiro tínhamos a perspetiva de subir na classificação, quem tem esta estabilidade agora tem é que dar continuidade. O que interessa são os resultados que obtivermos em maio".

Torcer pelo Paços?


"Não vou torcer pelo Paços. Estou é preocupado com o Benfica. Todas as equipas vão perder pontos”, afiançou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.