O vice-presidente do Benfica, Varandas Fernandes, mantém a confiança no treinador Rui Vitória e considera que não faz qualquer sentido mudar de técnico nesta altura.

"[Rui Vitória] é um treinador que tem dado muitas oportunidades aos jogadores que saem do Caixa Futebol Campus. Como benfiquista e como dirigente do Benfica, respeito. Tenho partilhado muitas opiniões no meu meio que são fortemente positivas em relação ao treinador e não há motivo para que se ponha a mínima questão sobre a sua continuidade do treinador. O Benfica é um clube estável e não fazia sentido, na minha opinião, haver qualquer tentativa de o treinador sair. Não fazia o mínimo sentido estar a mudar de treinador agora", afirmou o dirigente à Antena 1, à margem do jantar comemorativo do 15.º aniversário da presidência de Luís Filipe Vieira, declarações só esta quarta-feira reproduzidas.

"Excelente! É um treinador à Benfica, que tem todas as condições para ter muito êxito ao longo das próximas épocas no Sport Lisboa e Benfica", acrescentou.

O dirigente dos 'encarnados' apelou ainda à união entre todos para que o clube consiga ultrapassar as adversidades e alcançar os seus objetivos esta temporada.

"A renovação do Benfica faz-se apostando muito nos seus atletas mais jovens que são nascidos e criados no Sport Lisboa e Benfica. Isso para nós é um orgulho ter atletas com 10, 11 ou 12 anos de Benfica. É essa a prioridade. Os benfiquistas só têm razões para estar juntos, o que nos separa não é o que está cá dentro, é o que está lá fora. São os nossos adversários, que temos que combater no campo, são os nossos rivais. Nós estamos suficientemente unidos para manter o clube cada vez mais forte e cada vez mais projetado a nível internacional", atirou.

Varandas Fernandes mostrou-se ainda surpreendido com aquilo que considera ser "um ataque feroz ao Benfica". "Não estava à espera que houvesse um ataque deste teor ao Sport Lisboa ao Benfica. Não tenho explicação para isto. O senhor António Simões, para além de ser um atleta do Benfica, é uma pessoa a que eu estava habituado a respeitar sempre. Por isso, eu não comento a atitude do senhor António Simões. Ele sabe aquilo que eu penso, não preciso de estar a dizer. É uma glória do Benfica, como o José Augusto e outras que há cá, como o Luisão. O Benfica tem uma tradição que é respeitar os seus atletas, dar-lhes toda a solidariedade quando precisam e é isso que é sempre feito a todos os atletas que passam por cá", finalizou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.