Rui Vitória mostrou-se desagradado com a arbitragem de Carlos Xistra no dérbi do último sábado frente ao Sporting (0-0), e no final da partida quis falar com o juiz do encontro sobre os vários lances que, no seu entender, prejudicaram os 'encarnados'. No entanto, o árbitro da AF Castelo Branco rapidamente recolheu aos balneários depois do apito final.

"Tenho de dar palavra de grande apreço aos benfiquistas, não fui despedir-me deles no relvado porque tinha pedido para falar com o árbitro… mas quando fui ter com ele já estava no balneário e não o encontrei", disse Rui Vitória em declarações à Sport TV na flash interview.

O jornal 'A Bola' escreve esta segunda-feira que este episódio que começou no relvado continuou já nas cabines, onde o treinador do Benfica terá tentado confrontar Xistra. "Falamos lá em baixo", terá dito o árbitro albicastrense, numa alusão aos balneários.

“Não ias falar comigo? Não tens coragem de falar com as pessoas?”, terá questionado Rui Vitória quando estava à porta do balneário da equipa de arbitragem, mas sem obter qualquer resposta, adianta ainda o desportivo.

A mesma publicação revela ainda que o técnico dos 'encarnados' estava acompanhado de um elemento da comunicação e pelo treinador de guarda-redes.

O jornal 'A Bola' acrescenta que do lado 'leonino' Hêrnani Ferreira, assessor do clube para as questões da arbitragem - e ex- auxiliar de Hugo Miguel, o VAR do jogo em Alvalade - esteve à porta do balneário de Carlos Xistra.

Este episódio ganhou ontem destaque depois de uma publicação de Nuno Saraiva, diretor de comunicação do Sporting, no Facebook, que acusou Vitória de "coação".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.