Sá Pinto esteve, sexta-feira, na Escola Secundária Vergílio Ferreira, em Lisboa, e, como ex-jogador do Sporting, não poderia deixar de falar do clube que representou.

Apesar de considerar “que é preciso união”, agora mais do que nunca, Sá Pinto não deixou de referir que a pressão em torno do grupo não é desculpa para resultados abaixo do que se espera de uma equipa candidata ao título nacional.

“Num clube como o Sporting quem não tem preparação psicológica adequada dificilmente terá sucesso. Por isso é que há os que jogam no Sporting e os que jogam noutros clubes”, disse o ex-internacional, num recado dirigido a jogadores, frisando que “jogar no Sporting não é jogar num clube qualquer, mas num clube que está habituado a ganhar”.

Mas as “dicas” não foram só deixadas aos protagonistas dos jogos. As responsabilidades tem de ser partilhadas, como deixou claro.
“É preciso ter atenção à comunicação externa. Quem quer falar terá de o fazer no sítio certo, internamente. Os que têm responsabilidades devem expor as suas ideias interna e externamente. Devem apoiar a equipa para que ela esteja motivada e alcance bons resultados. É preciso união como sempre vi no Sporting”, sublinhou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.