Segundo a mesma fonte, o novo director para o futebol profissional tentou contactar André Villas-Boas, sem sucesso, e só ao princípio da tarde recebeu um telefonema do representante do técnico, Carlos Gonçalves, a comunicar-lhe que o treinador tinha decidido permanecer na Académica.

Carlos Gonçalves terá invocado que André Villas-Boas colocava algumas reservas em relação às condições que lhe eram propostas pelo Sporting, revelou à Lusa a mesma fonte, provocando mal-estar junto de Sá Pinto, que se empenhou nesta opção junto do presidente "leonino", José Eduardo Bettencourt.

Embora a SAD tenha admitido apenas contactos exploratórios, entre Villas-Boas e o Sporting estava praticamente tudo acertado e o treinador já tinha escolhido a equipa técnica com que ia trabalhar em Alvalade, constituída pelos antigos jogadores "leoninos" Pedrosa e Vidigal e pelo preparador físico José Mário Rocha, que o treinador levou para a Académica proveniente da área de formação do FC Porto.

Faltava apenas um treinador de guarda-redes para completar a equipa.

Por outro lado, o presidente "leonino" já prometera uma decisão até ao final da corrente semana para encontrar o substituto de Paulo Bento - que se demitiu sexta-feira passada - e ficou agora numa situação difícil.

Neste contexto, o Sporting não está em condições de contratar um treinador até ao final da semana, razão pela qual informou que Leonel Pontes vai continuar a orientar a equipa interinamente, até o clube arranjar um novo treinador quando antes fizera saber que pretendia fazê-lo apenas até este fim-de-semana.

O "volte-face" de Villas-Boas inviabilizou a pretensão do Sporting de negociar durante o dia de hoje com a Académica a rescisão do contrato do seu treinador, que esta manhã se reuniu com o presidente José Eduardo Simões para lhe dar conta da sua decisão.

O presidente da Académica tinha um valor de referência à partida para as negociações com o Sporting, que era de um milhão de euros, mas aquelas nem chegaram a avançar depois da autorização solicitada pelo clube de Alvalade no sentido de abordar o actual treinador dos "estudantes".

Durante a tarde, a Académica anunciou que não houve acordo entre os clubes para a transferência André Villa-Boas e que este, que se manifestou "muito honrado com o interesse do Sporting", iria permanecer em Coimbra, enquanto o presidente dos "estudantes" marcou uma conferência de imprensa para sábado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.