Francisco Salgado Zenha, vice-presidente do Sporting responsável pela área financeira, descarta o cenário de eleições antecipadas no clube de Alvalade, numa altura em que a contestação a Frederico Varandas tem aumentado de tom.

O administrador da SAD do Sporting lembrou que a atual equipa diretiva está em funções há pouco mais de um ano, salientando que será importante que o clube se mantenha unido.

"Passado um ano de mandato, estar-se a falar de eleições parece-me exagerado e tira instabilidade ao clube. Não é por mim, nem por quem quer que seja, é pela estabilidade do próprio Sporting. É muito difícil chegar aqui e tentar implementar ideias e tentar corrigir problemas que existiam, e de repente muda-se outra vez. Não é, claramente, o cenário que nós queremos par ao Sporting. Este tipo de comentários que se vai vendo por aí não faz sentido", começou por dizer o dirigente leonino em entrevista à Rádio Renascença.

Salgado Zenha falou ainda das críticas de que Frederico Varandas tem sido alvo, sublinhando que a atual direção tem condições para se manter funções e lamentou a oposição interna, a qual considera um "problema".

"Isso é um dos problemas que temos de resolver no Sporting. Não faz sentido estarmos constantemente a criar oposição interna, quando o que queremos é estar unidos, para combatermos os nossos adversários externos", concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.