António Salvador recordou os fundadores do Sporting de Braga e frisou a "tristeza" por não poder comemorar com os sócios e adeptos o centenário do clube, hoje assinalado, devido à pandemia de covid-19.

"Quero realçar o centenário do Sporting de Braga, 100 anos de uma história muito rica, e recordar os que foram os fundadores do nosso clube e todos os que, ao longo destes 100 anos, passaram e serviram este clube com amor e paixão, desde dirigentes, colaboradores e atletas", disse o líder ‘arsenalista' após a cerimónia do hastear da bandeira, na cidade desportiva dos minhotos, reservada aos dirigentes.

António Salvador lamentou não poder festejar o 100.º aniversário com os adeptos do Sporting de Braga.

"É um momento de tristeza também por não podermos comemorar este centenário no meio dos nossos adeptos e sócios, mas é o momento que estamos a viver e que temos que levar muito a sério. Aproveito para dizer às pessoas para se protegerem e se resguardarem, ficarem em casa, porque é um momento muito difícil que estamos a passar", disse numa alusão à pandemia de covid-19.

O presidente do Sporting de Braga garantiu ainda que o clube vai continuar a desempenhar um papel na comunidade.

"Esta instituição não é só futebol ou desporto, tem uma responsabilidade social perante a comunidade, é a isso que o Sporting de Braga nos habituou ao longo da sua história e é isso que vai continuar a fazer, estar presente sempre que possível", disse.

O presidente da mesa da assembleia-geral, José Manuel Fernandes, frisou "a frustração" de não poder celebrar o centenário com os sócios e adeptos, "mas a pandemia há de acabar", notou.

"O Sporting de Braga é um clube que tem estado sempre em crescimento a todos os níveis, é muito importante para a região e para a sua juventude. É um clube eclético e de sucesso nacional e reconhecido em termos europeus e mundiais", disse o também eurodeputado do PSD.

José Manuel Fernandes considera que o Sporting de Braga está "no caminho seguro e certo, bem comandado por António Salvador, que tem muito mérito no patamar que o clube atingiu".

O dirigente realçou também a responsabilidade social do Sporting de Braga, um clube que "já esteve num campo de refugiados na Grécia, que vai aos hospitais".

"É um clube que transporta valores e isso começa logo na formação, nesse domínio o Sporting de Braga também é um exemplo, estamos a construir um modelo de sucesso", afirmou.

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, felicitou o clube bracarense numa nota no sítio oficial da federação.

"Gostaria, na pessoa do presidente António Salvador, de felicitar calorosamente todos os atletas, treinadores, staff, sócios e adeptos do Sporting de Braga pela celebração do 100.º aniversário do clube", lê-se.

Fernando Gomes frisa que "o Sporting de Braga é um enorme clube português que, ao longo da sua história, agora secular, sempre honrou, no seu ecletismo e diversidade, o futebol e o desporto nacionais".

"Clube de enorme projeção e importância regional, nacional e internacional, o Sporting de Braga é igualmente um exemplo para todos os emblemas que olham o futuro com ambição, visão, espírito de conquista e vontade de ir ainda mais longe", conclui o presidente da FPF.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.