O presidente portista abordou, este sábado, o empate 2-2 de sexta-feira no “clássico” em casa com o Benfica, considerando não se poder dizer «que o resultado foi melhor para um do que para outro clube».

«Foi igual para os dois. Ambos perderam dois pontos e ganharam um. Acho que foi bom ganharem um ponto, mas foi mau perderem dois, daí que não se pode dizer que foi melhor para um do que para outro», defendeu.

Quanto ao jogo em si, e pese embora não ter gostado do resultado, Pinto da Costa considerou que foi bem disputado e com uma arbitragem que, «para ser de Jorge de Sousa, não foi má».

«Tivemos uma primeira parte boa, depois, por dificuldade de alguns jogadores que vêm de lesões, foi uma segunda parte inferior, mas não creio que se possa dizer que foi um mau jogo», justificou.

Questionado sobre o rendimento de Kléber, que ainda não conseguiu fazer esquecer o colombiano Falcao, o presidente do “dragões” disse que o avançado brasileiro ainda irá fazer muitos golos.

«Foi pena que estivesse em dificuldades e tivesse que sair, mas não há dúvida nenhuma de que é um jogador de grande potencial e não sou eu que o digo, o próprio selecionador do Brasil o reconhece», disse.

Ainda em relação ao jogo com o Benfica, e questionado se achava que Cardozo devia ter sido expulso na sequência da alegada agressão a Fucile, Pinto da Costa respondeu com outra questão.

«Se não agrediu, não compreendo então o cartão amarelo que o arbitro lhe mostrou. A ter agredido era um vermelho, se não agrediu porquê então o amarelo?», questionou.

Pinto da Costa, fez ainda uma análise positiva de Vítor Pereira no comando da equipa de futebol dos “dragões” dizendo que o treinador tem correspondido às suas expectativas.

«Em seis jogos já ganhou uma Supertaça, um jogo da Liga dos Campeões e está em primeiro lugar do campeonato, pelo que só posso fazer uma análise positiva e dentro do que eu esperava», disse.

Pinto da Costa falava durante a homenagem de que foi alvo por parte da comissão de apoio às suas sucessivas recandidaturas, liderada por Fernando Cerqueira, que decorreu em Melres, Gondomar.

O líder portista, respondendo a uma solicitação do presidente da Junta de Freguesia de Melres, Jorge Filipe Correia, comprometeu-se ainda a viabilizar a criação de uma sucursal Dragon Force em Melres.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.