O treinador do FC Porto comentou as ausências que enfrenta com as lesões de alguns jogadores importantes na equipa, mas lembrou o que aconteceu na última partida diante do Portimonense, que terminou com a vitória dos Dragões por 5-1.

"É bom sinal, os jogadores deram uma resposta positiva. Quando entra um jogador novo, no sentido de não ter jogado tanto até ao momento, tem dado uma resposta fantástica. Não vejo ninguém a realçar este facto. É positivo para mim como treinador, sinal de que quem entra entra bem e dá resposta boa. Não vamos pelas ausências", afirmou, esta quinta-feira, o treinador do FC Porto em conferência de imprensa de antevisão do clássico com o Sporting.

"Temos vários jogadores, uns ainda vamos ver se podemos contar com eles e outros que estão fora. Quando falam da ausência de um ou outro por parte do Sporting, começo a olhar para a nossa equipa que iniciou o jogo com o Portimonense: não estavam os nossos laterais com mais minutos, Ricardo e Alex, o nosso médio Danilo, Aboubakar e não estará amanhã o Tiquinho. Seis jogadores que são mais de 50 por cento da equipa e não vi grande destaque da imprensa a falar dessas ausências", acrescentou.

O líder FC Porto e o perseguidor Sporting jogam na sexta-feira (20h30) uma cartada decisiva na luta pelo título português. Com cinco pontos de vantagem sobre os rivais lisboetas, a equipa portuense dispõe de uma margem de segurança que falta aos ‘leões’, aos quais, até um empate pode ser comprometedor para a concretização do grande objetivo de voltar a sagrar-se campeão, o que já não acontece desde 2002.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.