Sérgio Conceição é reconhecido por não ser um treinador fácil de lidar, mas nada como ouvir quem partilha de perto o espaço de trabalho com o treinador do FC Porto para saber quem é na realidade o técnico dos dragões.

Siramana Dembélé, que tem acompanhado Sérgio Conceição nos azuis e brancos desde 2017/18, tirou as dúvidas sobre o 'mau feitio' que muitas vezes é apontado ao técnico.

"Há quem o veja como uma pessoa furiosa e impulsiva, mas não é nada assim. É um estratega, sabe muito bem o que faz. Tenho a sorte de trabalhar com ele, por isso conheço-o bem, é um homem que reflete sobre muitos assuntos e que nunca perde o controlo do que faz", atirou numa conversa partilhada a partir de um live no Instagram de Farid Rouas, conhecido animador de rádio francês.

Nos cinco anos que esteve cá, Dembélé também se pôde aperceber da rivalidade entre Benfica e Porto. Para o técnico adjunto-portista, existe uma oposição clara entre os dois rivais.

"O Benfica é da capital, o FC Porto de toda uma região e representa a cidade. O Paulo Futre dizia que quando o FC Porto perde a cidade chora e isso é verdade. É toda uma cidade atrás do clube e nos jogos a equipa leva também a cidade aos estádios", acrescentou.

Dembélé tem uma forte ligação a França, país para onde foram jogar os ex-portistas Vitinha e Mbemba. Relativamente ao médio português, o principal ponto a destacar vai mesmo para a capacidade de trabalho.

"Nunca dá nada por garantido, Quando nos ouve e sente que há algo que não está a fazer bem, vai fazer tudo para retificar e estar ao melhor nível", referiu.

Já quanto ao central congolês, o técnico mostra-se confiante em mais um caso de sucesso em solo gaulês.

"Há fatores que ninguém pode controlar, mas o casamento entre Chancel Mbemba e o Marselha tem tudo para dar certo", rematou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.