Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, fez esta segunda-feira a antevisão ao encontro frente ao Boavista, marcado para esta terça-feira, dia 23, no Estádio do Dragão, a partir das 21h15.

Confira as declarações do técnico dos dragões um dia antes do dérbi.

O jogo: "Espero que o FC Porto seja competente e consiga ganhar o jogo. O adversário tem vindo de bons resultados, e se não é a melhor é das melhores defesas fora, mas são dificuldades que temos de contornar se queremos ser campeões."

Adversários com cinco defesas: "Olhar para isso dessa é algo redutor, na minha opinião. Cinco defesas, às vezes seis, porque é uma linha de quatro e os alas ainda encostam aos laterais para defender. A nós cabe-nos ter soluções para essas dificuldades que os adversários nos colocam nos jogos. Na altura falei nessa linha de cinco, ao olhar para o Aves, Boavista, Belenenses, equipas que jogam com linha de cinco. Mas sejam cinco, seis ou 11 atrás da linha de bola, estamos habituados, somos o FC Porto."

Apostar o lugar na vitória: "Isto não é de apostas, não andamos a apostar nada, trabalhamos para ganhar jogos. Se queremos ser campeões temos de ganhar os jogos."

A eficácia da equipa: "A eficácia é importante no futebol, quer ofensiva quer defensiva. Nos últimos três jogos, fizemos cerca de 70 remates, inúmeras oportunidades, mas a verdade é que não conseguimos, neste último, materializar a dinâmica. Tivemos oportunidades, construídas com dinâmicas. Não é só dizer que tivemos oportunidades construídas com uma dinâmica interessante, como tem sido dito, faltou fazer golos. Cabe-nos a nós criar ainda mais oportunidades."

O onze: "É a semana de treinos, a semana de trabalho que me dá indicações para escolher o melhor onze. Depois perceber um bocadinho a forma como os adversários se podem apresentar, não só pelo que têm feito, mas naquilo que é habitual mudaram contra o FC Porto."

Falta de golos dos avançados: "O trabalho dos avançados é também de criar e ceder espaço para que outro companheiro faça golo. Para mim é tão interessante isso como ele fazer o golo. O trabalho do avançado não é fazer só golos, como também pedimos golos aos defesas nas bolas paradas e aos avançados que sejam os primeiros a defender ou que o guarda-redes seja o primeiro a construir. O FC Porto é um coletivo, foi a equipa que não conseguiu fazer golos e o mesmo acontece com a defesa."

O FC Porto recebe o Boavista no dérbi da Invicta, esta terça-feira às 21h15, em jogo da 28.ª jornada da I Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.