O novo treinador do FC Porto promete uma equipa aguerrida a lutar pelos títulos até ao último segundo. Sérgio Conceição falou ainda do primeiro dia de treino com o plantel azul e branco.

“Correu bem, o primeiro dia tem uma dinâmica diferente. Alguns jogadores na parte final estavam já um bocadinho cansados, é normal. Mas a aplicação e a seriedade estiveram lá e isso é importante. Vejo disponibilidade para trabalhar e vontade para inverter o ciclo de quatro anos sem ganhar nada. Tive essa conversa com eles, temos todos de ter esse compromisso, dar o máximo e ir ao limite para que no final possamos sorrir e dar essa alegria aos adeptos”, explicou Sérgio Conceição, em declarações ao Porto Canal.


“A motivação, a alegria e o prazer fazem parte do dia a dia, têm de ser uma constante. Não podemos abdicar da vertente psicológica, que é tão importante para os resultados, aliada à capacidade de trabalho e à qualidade do plantel. Esperamos ainda jogadores que estiveram ao serviço das respetivas seleções. Teremos um grupo competitivo e que vai dar trabalho aos rivais. Vai ser uma boa luta”, acrescentou o técnico português.

Sérgio Conceição deixou bem claro que a palavra ‘exigência’ fará parte do seu vocabulário.

“Não são só os jogadores que regressam de empréstimo, são todos, do mais novo ao mais velho, todos têm de mostrar que merecem vestir esta camisola. A exigência é máxima para todos, não apenas para quem vem de um ano empréstimo”, sublinhou.