Confiante e com vontade de ganhar foram assim as primeiras palavras de Jorge Jesus durante a apresentação como novo treinador do Benfica, esta segunda-feira, no Seixal.

"Boa tarde a todos. A todos os agentes do futebol da comunicação. Obrigado por terem vindo. Agradecer ao presidente novamente por ter acreditado no meu trabalho. Acreditar naquilo que é a minha competência. Acredito no presidente a 100% e acredito no projeto do presidente. Falando de todos os benfiquistas quero expressar o seguinte: Vim para ganhar, estou habituado a ganhar, mas também vi para unir a nação benfiquista. É importante perceber, como temos em cima da águia, um somos todos. Vim para ao Benfica, como no dia 19 de junho. Venho com a mesma vontade ganhar. Vou para um clube que pode proporcionar esses objetivos. Estou com muita vontade para ganhar coisas importantes. Não vim para o Benfica para me reformar. O presidente do Benfica ofereceu-me quatro anos, eu disse um ano. E o presidente disse dois anos de contrato. Vim ganhar menos dinheiro do que ganhava no Flamengo. Vim para o Benfica porque acredito no projeto. Vim para o tornar grande. Para recuperar o prestígio internacional", começou por dizer prosseguindo.

"Não sou o salvador, são todos os benfiquistas, que nos vão envolver. Cheguei a um grande clube, cheguei de um clube que se uniu à volta do seu  treinador e da sua equipa e por isso é que ganhámos grandes. títulos. Quero agradecer ao Flamengo a forma como me trataram. Agora pensem: 'sabem que o Flamengo tem 50 milhões de adeptos. Eu para vim o Benfica, tinha que haver uma causa grande. Vim para o Benfica para ganhar", atirou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.