O Sporting visita este domingo o reduto do Santa Clara, em jogo a contar para a 14ª jornada do campeonato nacional. Esta tarde, Silas fez a antevisão ao encontro e relembrou que ainda há muito para jogar.

O adversário

"A abordagem é exatamente a mesma, tendo feito gestão ou não. O nosso objetivo é ir aos Açores e ganhar. Agora, quando chegámos ao Sporting, tínhamos oito equipas à nossa frente, agora temos três. Temos a possibilidade de passarmos para o terceiro. Se conseguirmos ganhar, espero que sim, temos de continuar a olhar para os de cima. A nossa temporada não está acabada. Em sete jornadas passámos do nono para o quarto lugar... quem acha que faltando 63 pontos que já está tudo decidido em termos de Liga, se calhar anda distraído."

Desaire com o LASK

"A prioridade era passar o grupo e já estava garantido. Não me venham com a história que esse não era o objetivo principal. Se pudessemos ficar em primeiro, tanto melhor. Tínhamos muitas lesões e risco de lesão. Percebo as críticas dos sportinguistas, mas também percebo que ninguém quereria perder jogadores para os próximos jogos. Ia abdicar da Taça da Liga e dos outros jogos? Não há ninguém que consiga garantir-me que os outros vão vencer os seus jogos todos. Olhando aos dois potes da Liga Europa, todas as equipas são muito similares. O segundo pote tem equipas muito fortes também. As equipas do primeiro pote, muitas delas, vão cair também. O nosso foco foi chegar aos jogos seguintes na nossa máxima força. Serão todos jogos muito importantes para nós. Hipotecar a época seria perder dois ou três jogadores que são muito importantes para nós."

Conquistar o campeonato

"Acredito que todas as equipas vão perder pontos. O nosso objetivo, agora, é tentar passar para terceiro. Não dependemos só de nós para chegar aos outros lugares. Acredito que Benfica e FC Porto vão perder pontos e que nos poderemos aproximar. Quando estivermos em terceiro lugar o objetivo é o segundo e depois o primeiro. Na Taça da Liga dependemos do Rio Ave, mas temos de ganhar o nosso jogo. Se formos à final four poderemos vencer. Liga Europa é jogo a jogo. Mas qualquer equipa que está nesta fase tem aspirações. Não há nenhuma que diga que vai vencer. Há duas equipas que acho muito fortes, que são o Ajax e o Inter e depois as outras são equipas fortes, mas não acho que sejam equipas que eu possa dizer já que possam vencer."

Regresso de Neto

"Penso que só para aí para janeiro, final de janeiro e início de fevereiro. Espero que seja rápida a sua recuperação porque o nosso plantel não é extenso e ele é um jogador importante. Não consigo fazer uma previsão para que o Neto possa estar a 100%."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.