Segundo o acórdão publicado no site da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Aimar fez "simulação evidente de penálti inexistente sem benefício para a sua equipa na atribuição final dos pontos em disputa", no jogo Benfica-Nacional, a contar para a oitava jornada da Liga portuguesa e que terminou com a vitória do Benfica por 6-1.

O lance que agora motivou a multa da Liga aconteceu aos 48 minutos, quando o Benfica vencia por 2-1 e Aimar, segundo a Comissão Disciplinar, ludibriou o árbitro Vasco Santos, tendo conseguido que este assinalasse grande penalidade, de que resultaria o terceiro golo do Benfica.

Esta é a segunda vez que a Comissão Disciplinar da Liga pune um jogador por simular uma grande penalidade, depois de na época passada o avançado Lisandro Lopez, então do FC Porto, ter sido condenado por, segundo a Comissão Disciplinar da Liga, ter enganado o árbitro Pedro Proença, conseguindo que este assinalasse penálti de que resultaria o golo do empate a um golo com o Benfica.

Lisandro seria punido com dois jogos de suspensão, visto o lance ter tido interferência na atribuição final dos pontos em disputa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.