O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) condenou hoje os atos de violência cometidos sobre dois jogadores do Vitória Guimarães, Rafael Martins e Guillermo Celis, por parte de um grupo de adeptos do clube.

“No seguimento das notícias veiculadas pela imprensa acerca do ataque de um grupo de adeptos a dois jogadores do Vitória Guimarães, Rafael Martins e Guillermo Celis, quando saíam do estádio nas suas viaturas, o SJPF vem condenar tais atos, por colocarem em causa, não só a segurança destes atletas, mas também o normal funcionamento das competições desportivas em Portugal”, pode ler-se no comunicado hoje tornado público pelo Sindicato.

No mesmo, o organismo representativo dos futebolistas refere que “o direito à manifestação do descontentamento por determinados resultados desportivos não pode ser confundido com atos de vandalismo e ofensas à integridade física e psicológica” e lamenta que se continue a assistir a episódios como este.

Neste contexto, o SJPF considera ser “essencial que o futebol português repudie, a uma só voz, quaisquer atos de violência” e manifesta “apoio e solidariedade” para com os jogadores em causa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.